Pré-Romantismo – Bocage

Nascido em Setúbal, em 1765, busca em Camões o seu mestre e seu modelo. Como ele, esteve na Índia e como ele conheceu o cárcere, a miséria e as desilusões do amor.

Boémio e de carácter sanguíneo, como afirma, criou muitos admiradores, mas especialmente inimigos suficientes para que o denunciassem à Inquisição, que o encarcerou no Limoeiro. Foi esse mesmo temperamento que o levou a ser expulso da Nova Arcádia (onde utilizava o pseudónimo Elmano Sadino) porque facilmente bombardeava os seus parceiros com sátiras irreverentes.

A lírica de Bocage é de uma fluência e originalidade maravilhosas, uma vez que o seu talento é verdadeiro dom com que nasceu. Se granjeou fama pelo sarcasmo e espontaneidade das suas anedotas e sátiras, é todavia na lírica que assume autêntica dimensão de poeta, cujo universo temático se centra na confidência do «eu» e do amor ou na ânsia de retorno ao seio materno através da morte.


original_05_26_11_53_quadro_bocage

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s