Histórias de Edimburgo – 2

dscn0599

© Pedro Teias

Greyfriars Bobby carrega consigo a reputação de ser o cão mais fotografado da Escócia.

A lenda local afirma que foi durante dois anos o fiel amigo do agente de polícia John Gray, até este morrer. Após o trágico evento, o senhor Gray foi enterrado no cemitério de Greyfriars, e o simpático Bobby, relativamente confuso com o súbito desaparecimento do dono, passou a visitar a respectiva campa diariamente ao longo dos catorze anos seguintes, nunca escondendo a esperança de assistir ao milagre da ressurreição. Tivesse o senhor John Gray sido enforcado pelo algoz de Maggie Dickson e tal poderia ter sido uma realidade, mas infelizmente para Bobby, o dono permaneceu morto e por fim, também ele se cansou e deixou de respirar. Sendo Greyfriars um cemitério apenas dedicado a seres humanos, devido à pretensa sacralidade do solo, enterraram Bobby num outro local, mas a dedicação que este revelou ao longo dos anos acabou recompensada, tendo os restos do fiel canídeo sido trasladados para junto do seu dono. Com o tempo, a estrela de quatro patas ganhou ainda direito a uma estátua, romarias de turistas de máquina em punho, oferendas (sobretudo pauzinhos e bolinhas para Bobby se entreter no Além) e até um café com o mesmo nome.

Boatos acerca de incongruências na idade e identidade do cão, sobre o verdadeiro dono de Bobby ou sobre um golpe publicitário em nome da economia local ficam para altura mais oportuna.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s